Ir para conteúdo
PT LOGIN LOGIN
circularidade-do-litio-na-economia-portuguesa

Circularidade do lítio na economia Portuguesa


Circularidade do lítio na economia Portuguesa
directionsLocalização: Online
todayEvento a realizar: 05/07/2023
timerHorário: 15:00-16:00
alarmData de Publicação: 21 Junho, 2023

O lítio é uma das 30 matérias primas consideradas críticas pela Comissão Europeia, sendo necessário para baterias estacionárias e de veículos elétricos, entre outras aplicações. Portugal possui recursos de lítio e a sua exploração em larga escala tem sido alvo de controvérsia por parte de organizações não governamentais e das populações. Este webinar explora o conhecimento atual sobre quais os fluxos de lítio atualmente existentes na nossa economia (em importações e exportações, como recurso primário ou contido em equipamentos diversos e em resíduos). São discutidas estratégias de circularidade que possam vir a ser desenvolvidas, as suas vantagens e barreiras à implementação.

Destinatários: Empresas e associações de energia renovável e de equipamentos elétricos e eletrónicos, gestores de REEE, investigadores e decisores públicos.

Apresentação
Circularity of Lithium in Portuguese economy.

Oradoras

Sofia Simões e Filipa Amorim

Notas biográficas

Sofia Simões é investigadora na Unidade de Economia de Recursos no LNEG dedicada à investigação de futuros de baixo carbono, com ênfase para novas tecnologias e sistemas energéticos, utilização de recursos para a descarbonização, novos modelos de política e economia do carbono, bem como à vulnerabilidade e adaptação dos sistemas energéticos a cenários futuros de alterações climáticas. Nos últimos 15 anos, tem desenvolvido a componente quantitativa (modelação de sistemas energéticos) em diversos estudos para a política pública nacional, tais como o Programa Nacional de Alterações Climáticas. Mais recentemente coordenou dois estudos pioneiros nacionais: (i) o Atlas Nacional para o H2 Verde Sustentável e (ii) Mapa de áreas com menor sensibilidade ambiental e patrimonial para a implementação de centros eletroprodutores de fonte solar e eólica.

Filipa Amorim é investigadora na área da energia, ambiente e recursos na Unidade de Economia dos Recursos do LNEG (UER). A sua investigação centra-se no planeamento da transição para sistemas sustentáveis de energia, obedecendo a mecanismos concorrenciais e a metas de baixo carbono. O seu trabalho mais recente inclui serviços de clima, competitividade do hidrogénio, do lítio e de outros materiais para a descarbonização, e usos de água no contexto de baixo carbono. Com mais de 20 anos de experiência em investigação em vários centros de investigação nacionais, em estreita colaboração com stakeholders e integrada em redes internacionais, o seu trabalho tem sido publicado e apresentado internacionalmente.