Ir para conteúdo
PT LOGIN LOGIN
falecimento-do-eng-albertino-adelio-rocha-gomes

Falecimento do Eng. Albertino Adélio Rocha Gomes


Falecimento do Eng. Albertino Adélio Rocha Gomes
alarmData de Publicação: 04 Agosto, 2022Categoria: Notícias Nacionais


O LNEG comunica o falecimento do Eng. Albertino Adélio Rocha Gomes que efetuou a maior parte da sua atividade profissional no Serviço de Fomento Mineiro, entre 1940 e 1990. Foi também docente universitário na Universidade do Porto.

Salientam-se entre os muitos trabalhos que desenvolveu, o seu esforço na dinamização de um serviço estatal dedicado à prospeção mineral em vastas áreas do território nacional. Nesta missão, merece destaque a coordenação das equipas sediadas no Alentejo competências operacionais hoje concentradas no Pólo do LNEG em Aljustrel.

Sob sua orientação foram feitas várias campanhas geofísicas e geoquímicas seguidas de sondagens, as quais marcaram o panorama da prospeção mineira durante décadas, pelo seu caracter inovador e pluridisciplinar.

A partir destes trabalhos vieram a ser descobertos, de forma direta ou indireta, vários jazigos de sulfuretos maciços na Faixa Piritosa Ibérica como Estação e Moinho-Cerro do Carrasco (Aljustrel) e Neves-Corvo (em exploração pela empresa SOMINCOR desde 1989). Na Zona de Ossa-Morena foram identificadas estruturas mineralizadas como Portel e Balsa (Zn, Pb, Cu) e Vale de Pães (magnetite). Outros trabalhos incluíram o mapeamento das minas de Aparis (Cu, Barrancos), Preguiça e Vila Ruiva (Zn-Pb, Sobral da Adiça).

Os inúmeros levantamentos coordenados pelo Eng. Rocha Gomes fazem parte dos arquivos e espólio cartográfico do LNEG ainda hoje uma referência nas linhas de investigação dedicadas à inventariação e caracterização de recursos minerais. Este banco de dados encontra-se acessível no Geoportal do LNEG.

Brigada de prospeção magnética na região do Alentejo, anos 50.
Arquivo histórico LNEG.