Ir para conteúdo
PT EN LOGIN LOGIN
12-henkelotherium-guimarotae-krebs-1991

12 - Henkelotherium guimarotae Krebs 1991


12 – Henkelotherium guimarotae Krebs 1991
alarmData de Publicação: 19 novembro, 2021

Os mamíferos, nossos antepassados.

A antiga mina da Guimarota (Leiria), onde se exploraram níveis de lenhite do Jurássico Superior, é uma jazida paleontológica de importância internacional, pois nela foram encontrados os melhores fósseis de Mamíferos primitivos daquela época, juntamente com numerosos outros organismos (Crocodilos, Pterosauros, Dinossáurios, etc.) Graças ao trabalho de investigação que durou décadas, uma equipa da Universidade Livre de Berlim pôs em evidência este precioso espólio, já devolvido a Portugal (2008) sobre o qual se escreveram, até agora, mais de uma centena de trabalhos científicos, alguns dos quais nas Memórias dos Serviços Geológicos de Portugal.

Há 150 milhões de anos, os nossos antepassados Mamíferos eram pequenos animais próximos de roedores ou insectívoros, muito menos espetaculares que os seus contemporâneos Dinossáurios, mas que conseguiram sobreviver à extinção maciça do final da Era Mesozóica (-65 Ma). O Henkelotherium, que fazia parte desse numeroso conjunto de Mamíferos que foram ali descobertos, era um pequeno insectívoro, que trepava com facilidade às árvores, graças às suas garras podendo, também, saltar de ramo em ramo com o auxílio da sua cauda. Este exemplar é notável pelo seu esqueleto quase completo, com os ossos em conexão.