2578
PT LOGIN LOGIN
Tomo 42 (2000)

Tomo 42 (2000)


Tomo 42 (2000)Categoria: Publicações, Estudos, Notas e Trabalhos, 2000 a 2009

15.90

O preço inclui IVA à taxa legal em vigor.

Descrição

Artigos

1. Ensaios de Beneficiação de Espodumena em Amostras do Alto do Barroso
M. M. Amarante ; A. Botelho de Sousa ; M. R. Machado Leite (16 páginas)
Resumo: Neste trabalho estão compilados estudos de beneficiação da espodumena do Alto do Barroso, região de Chaves, que ocorre em filões aplo-pegmatíticos nos granitos que afloram nesse local, a fim de produzir concentrados de lítio e de feldspato. Os teores em lítio neste depósito, variam entre 0.9% e 3.0% Li2O. Este minério também contém feldspato, quartzo e mica. A sua beneficiação foi conduzida, utilizando técnicas de concentração por líquidos densos (HMS) e por flutuação.Os ensaios em líquidos densos foram efectuados com amostras classificadas em lotes compreendidos entre 2.0 e 4.75mm, cujo teor inicial era de aproximadamente 2.5% Li2O. Foi possível obter na fracção mais densa, concentrados com cerca de 5 % Li2O (Glass-grade spodumene).

2. Estudo dos Filões Aplitopegmatíticos Litiníferos da Região do Barroso Alvão (Norte de Portugal)
João António L. B. Farinha ; Alexandre M. Campos Lima (48 páginas)
Resumo: Na região de Barroso-Alvão (Norte de Portugal) foram seleccionadas três estruturas aplitopegmatíticas com espodumena visível, tendo sido realizadas dez sondagens de reconhecimento em 1995 e 1996. As sondagens têm comprimentos entre 14,57m e 93,94m (total 475,38m) com testemunho de diâmetro NQ (46mm), recuperação média 92% e onde se colheram 340 amostras para análise.Estes filões aplitopegmatíticos litiníferos estão localizados junto às aldeias de Veral (concelho de Boticas), Adagói (concelho de Vila Pouca de Aguiar) e Alijó (concelho de Ribeira de Pena) e encontram-se encaixados em metassedimentos do Silúrico (micaxistos e xistos quartzosos) da Zona Galiza – Média – Trás-os-Montes …

3. Mineralizações de Metais Raros de Seixo Amarelo-Gonçalo (Breve Nota)
J. M. Farínha Ramos (93 páginas)
Resumo: Numa área de cerca de 100 km2 situada na região centro-leste de Portugal que compreende as regiões de Gouveia – Fornos de Algodres – Celorico da Beira – Guarda – Belmonte – Sabugal ocorre um extenso campo filoniano aplitopegmatítico com mineralizações de metais raros, constituído essencialmente por “sills” de espessura decimétrica a métrica (geralmente < 3.5m) os quais penetraram essencialmente uma complexa sequência de rochas graníticas hercínicas Sin e tardi D3. Os aplitopegmatitos mais enriquecidos em Li e outros metais raros afloram essencialmente na região de Seixo Amarelo-Gonçalo intruíndo essencialmente um granito predominantemente biotítico porfiróide da série intermédia (granito da Guarda) …


Contacto

Email:  venda.publicacoes@lneg.pt
Telefone: + 351 210 924 635


 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com