2616
PT LOGIN LOGIN
Vol. V, Fasc. 3/4 (1949)

Vol. V, Fasc. 3/4 (1949)


Vol. V, Fasc. 3/4 (1949)Categoria: Publicações, Estudos, Notas e Trabalhos, 1940 a 1949

15.90

O preço inclui IVA à taxa legal em vigor.

Descrição

Artigos

1. Apontamentos Sobre a Actividade do Serviço de Fomento Mineiro até ao Fim do Ano de 1949.
J. L. Guimarães dos Santos (20 páginas)

2. Associação Italiana de Metalurgia.
J. L. Guimarães dos Santos ( páginas)

3. Considerações Sobre a Geoquímica do Fluor, do Cloro e do Fósforo das Águas Minero-medicinais do Norte de Portugal.
J. M. Cotelo Neiva (4 páginas)

4. Legislação Mineira.
José Serrano (16 páginas)

5. Prospecção Geoquímica.
J. M. Cotelo Neiva (8 páginas)
Resumo: Além dos métodos geológicos vulgares para procura de novos jazigos minerais usam-se, correntemente, correlacionados com aqueles, os métodos geofísicos de prospecção que nos dizem da probabilidade de ocorrência de massa minerais em zonas profundas.Mas um novo processo de prospecção começa a ser aplicado – a prospecção geoquímica. Consiste este processo na aplicação de diversos métodos de análise química à pesquisa de catiões metálicos e ao estudo e interpretação da sua distribuição nas rochas, nos solos, nas águas fluviais e minero-medicinais, nos sedimentos fluviais e glaciares e na vegetação, para se averiguar e localizar a sua fonte de origem.
É na Península Escandinávia, na U.R.S.S. e nos Estados Unidos da América do Norte que prospecção geoquímica está mais divulgada. Os Estados Unidos desenvolvem actualmente grande actividade no estudo geoquímico dos produtos de meteoração e erosão dos minérios e das rochas com ele associados e dos correlativos materiais directamente relacionados com essas formações.
A aplicação dos métodos de prospecção geoquímica tem levado, naqueles países, à localização de alguns jazigos minerais.

6. Resumo da Actividade do Serviço de Fomento Mineiro Durante o Segundo Semestre de 1949
( páginas)

7. Um Acidente em Sondagens e Algumas Modificações no Material de Salvamento.
L. de Albuquerque e Castro (10 páginas)
Resumo: Os trabalhos de sondagens, duma maneira geral, não apresentam dificuldades de maior ao técnico especializado na sua prática. Este ramo da Arte de Minas, assim como toda ela, é, e continua a ser, mais propriamente uma Arte do que uma Ciência.Nas sondagens é a sua prática o elemento fundamental para a resolução das suas dificuldades e estas são, em primeiro lugar, as provenientes dos acidentes. A resolução destes, e a sua preocupação de os simplificar, obriga o técnico de sondagens ao constante aperfeiçoamento dos elementos materiais que tem ao seu dispor. Nesta vamos descrever um acidente que se deu na sondagem III de Orada e que contribuiu pra a introdução de algumas modificações no material de salvamento de sondagens.


Contacto

Email: venda.publicacoes@lneg.pt
Telefone: + 351 210 924 635


 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com