Ir para conteúdo
PT LOGIN LOGIN
Projeto europeu BABET-REAL5 apresenta tecnologia sustentável para a produção de biocombustíveis avançados (bioetanol 2G)

Projeto europeu BABET-REAL5 apresenta tecnologia sustentável para a produção de biocombustíveis avançados (bioetanol 2G)


Projeto europeu BABET-REAL5 apresenta tecnologia sustentável para a produção de biocombustíveis avançados (bioetanol 2G)
alarmData de Publicação: 02 julho, 2020
Categoria: Investigação , Noticias Nacionais

O LNEG, através da sua Unidade de Bioenergia e Biorrefinarias, participou entre 2016-2020 no projeto BABET-REAL5 – New technology and strategy for a large and sustainable deployment of second generation biofuel in rural areas (financiado pelo Programa Horizon 2020 da Comissão Europeia (Contract No. 654365) tendo sido concluido a 31 de janeiro passado. O consórcio do projeto incluiu doze parceiros Europeus (seis destes empresariais) e quatro instituições de países da América Latina, tendo sido coordenado pelo Institut National Polytechnique de Toulouse (INPT, France).

O consórcio foi recentemente notificado da avaliação cientifica final da Comissão Europeia, que confirmou a excelência do trabalho técnico desenvolvido, “originando resultados excecionais com significativo impacto, imediato ou potencial, na produção de etanol de segunda geração” (texto da Comissão Europeia).

O projeto de 4 anos visou o desenvolvimento de uma nova solução tecnológica sustentável para a produção de biocombustíveis avançados (bioetanol 2G), competitiva a uma pequena escala industrial, possibilitando o uso de diversas residuos de biomassa lenhocelulósicas disponíveis em áreas rurais na Europa e no Mundo. A modelação realizada em três casos de negócio selecionados (em regiões agrícolas de França, Alemanha e México) demonstrou a viabilidade, do ponto de vista técnico-económico, ambiental e social, destas biorrefinarias de pequena escala para a produção de biocombustíveis avançados.

A tecnologia desenvolvida, e demonstrada ao nível de TRL 5, no âmbito do projeto poderá agora estar próxima de uma aplicação de mercado, a nível internacional.

Os resultados do projeto foram divulgados em quatro “workshops” (França, Alemanha, Argentina e Uruguai) que atraíram o interesse dos principais intervenientes da indústria de biocombustíveis (i.e. empresas petrolíferas, de engenharia, de biotecnologia e produtoras de biomassa), tendo sido também discutido com potenciais investidores a possibilidade de exploração dos resultados gerados. O objetivo passará por constituir um novo consórcio europeu para a exploração desta oportunidade real de negócio. Tal será de importância estratégica para a equipa do LNEG, liderada pelo coordenador da Unidade de Bioenergia e Biorrefinarias, Doutor Francisco Gírio.

Mais informações em: https://www.babet-real5.eu/

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com