Ir para conteúdo
PT LOGIN LOGIN
provas-publicas-de-habilitacao-para-o-exercicio-de-funcoes-de-coordenacao-cientifica-de-helder-jose-perdigao-goncalves

Provas Públicas de Habilitação para o exercício de funções de coordenação científica de Helder José Perdigão Gonçalves


Provas Públicas de Habilitação para o exercício de funções de coordenação científica de Helder José Perdigão Gonçalves
alarmData de Publicação: 21 Setembro, 2022Categoria: Investigação , Notícias Nacionais


Torna-se público:

  1. Torna-se público o Relatório Fundamentado a que se refere o n.º 3 do artigo 33.º do Decreto-Lei n.º 124/99, de 20 de abril, elaborado em 12 de setembro de 2022 pelo Júri nomeado e homologado por deliberação de 20 de setembro de 2022, do Conselho Diretivo do Laboratório Nacional de Energia e Geologia, I,P. (LNEG), referente às provas de Habilitação para o exercício de funções de coordenação científica requeridas pelo Doutor Helder José Perdigão Gonçalves.

RELATÓRIO

(a que se refere o n.º 3 do artigo 33.º do Decreto-Lei n.º 124/99, de 20 de abril)

O candidato satisfaz as condições de admissibilidade a provas públicas de habilitação para o exercício de funções de coordenação científica, por ser investigador principal, de provimento definitivo, com contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, pertencente ao mapa de pessoal do Laboratório Nacional de Energia e Geologia, LNEG, I.P e ser autor de trabalhos científicos e tecnológicos de mérito, conforme o exigido na alínea a) do artigo 29.º do Decreto-Lei nº 124/99.

O Doutor Helder José Perdigão Gonçalves tem um CV muito relevante e os trabalhos apresentados inserem-se na área em que foram requeridas as provas, ou seja, na Área Científica e Tecnológica de Ciência e Tecnologias da Energia.

O CV do candidato apresenta uma elevada qualidade científica e tecnológica. Refira-se também a elevada qualidade científica dos trabalhos publicados, os quais representam uma muito relevante contribuição para a eficiência energética, conforto e integração de energias renováveis em edifícios, sendo de salientar o impacto da sua contribuição na dinamização desta área ao nível nacional e internacional.

Face ao exposto o candidato reúne os requisitos de pré-seleção previstos nas alíneas a), b) e c) do n.º 2 do artigo 33.º do referido Decreto-Lei n.º 124/99, pelo que deve o presente relatório ser submetido a homologação do dirigente máximo da Instituição, observados os procedimentos previstos no n.º 4 do artigo 33.º do Decreto-Lei nº 124/99.

  1. As provas públicas previstas nas alíneas a) e b) do artigo 34.º do Decreto-Lei n.º 124/99 terão lugar, respetivamente, nos dias 27 e 28 do corrente mês de setembro, com início às 09:30, sendo que: